O que são as meta tags?

Saiba para que servem as Meta Tags e como elas podem te ajudar com SEO.

{{ .Title }}

Informações de um site

Um site possui basicamente dois tipos de informação quando acessado no navegador. O primeiro grupo, trata-se do conteúdo em primeiro plano legível para as pessoas, ou seja, tudo visível contido na página. Alguns exemplos, podem ser:

O outro grupo é composto pelas informações de segundo plano, que não são relevantes ao usuário, mas aos robôs dos sites de buscas e ao navegador, por exemplo. Hoje vamos falar de tipo de informações em especifico. As Meta Tags.

O que são as Meta Tags de um site?

Bom, já vimos que um site não é apenas artigos e imagens. De nada adianta um artigo bem escrito, se ninguém ler, certo? Para que seus artigos alcacem mais pessoas, são necessárias algumas informações que dizem aos buscadores o que realmente tem no site. O objetivo é facilitar a indexação de seu conteúdo.
Os buscadores estão ficando muito mais inteligentes e levando em consideração, principalmente a qualidade do conteúdo. Algumas tags como a keywords, que consiste em adicionar palavras chaves relacionadas ao texto, agora são irrelevantes para o Google. No seu lugar, se é que podemos falar assim, é analisada a ocorrência de palavras no texto.
Se algumas tags estão se tornando obsoletas, outras continuam muito importantes, como a meta tag title ou a description. Como logicamente observado, elas possuem as informações de título de uma página, assim como a descrição dela, respectivamente. Outras meta tags importantes, são as open graph do Facebook, que garantem uma melhor integração com a rede social e o que vai ser compartilhado.nUm exemplo de meta tags open graph:
...

...

Esse é um exemplo do uso das tags open graph. Vamos ver o que algumas significam:


Ela garante que ao compartilhar o post no Facebook, será exatamente este o título do compartilhamento e não apenas “Dose Extra Blog”. Pessoas interessadas em Meta Tags jamais saberiam do que se trata o texto.


Diz que se trata de uma postagem do site e não uma página estática, como “Sobre”, por exemplo.


Assim como a og:title, força o Facebook a utilizar esta descrição do conteúdo.


Em caso de redirecionamento, esta tag ajuda a dizer qual é a verdadeira URL do conteúdo.

Nem sempre a imagem definida como imagem em destaque vai aparecer no Facebook, para resolver isso, podemos utilizar a tag og:image e dizer qual é a imagem que desejamos usar no compartilhamento.
nApenas fique atento às exigências de formato e dimensões do Facebook.


Aqui nós dizemos quem é o autor da postagem, podendo ser perfil ou página.


Dizemos qual o local de nosso conteúdo, ajudando ao Facebook filtrar quem pode se interessar pelo conteúdo.

Outras opções de tags podem ser verificadas na documentação oficial.

Meta Tags comuns

As Meta Tags mais comuns podem ser verificadas no exemplo a seguir:

...


...

Um pouco mais sobre cada tag:


Definimos a localização de nosso conteúdo, como pt_BR para um público falante do português do Brasil e pt_PT para Portugal.


O título da página, assim como explicado no open graph.

A descrição do conteúdo da postagem de forma reduzida e objetiva.

Pode ser utilizada para informar o nome do autor do texto, mas é pouco relevante e utilizada.


nO e-mail de contato para envio de mensagens. Nunca emplaco e é pouco utilizada.


Aqui vão as keywords, que são algumas palavras referentes ao conteúdo. Perdeu praticamente toda a importância nas buscas.


Informações sobre o gerador ou CMS do site. Em caso de CMS com banco de dados e conteúdo dinamico, não é legal expor a informação, já que pode ser utilizada em casos de tentativas de invasão. Como no nosso caso, trata-se de um site estático, naturalmente mais seguro, além de etarmos divulgando o Hugo. 🙂


É aqui que definimos o ícone do site.

Considerações finais

Espero que o artigo tenha sido útil e que os padrões Web sejam cada vez mais desmistificados. É possível estudar mais acompanhando nossas postagens ou seguindo os links a seguir:

Compartilhe nas suas redes sociais

Regis Tomkiel

Sócio Fundador da Dose Extra Multimídia, produtor audiovisual, desenvolvedor web, podcaster e quando sobra tempo, coleciona videogames e filmes.

Mais publicações do autor…
Você pode gostar: